A alimentação de animais na via pública | Risco para a saúde pública e animal

 Banner aviso banner 

 

A alimentação de animais na via pública | Risco para a saúde pública e animal

 

A deposição de comida caseira ou outra na rua para alimentar cães, gatos e pombos representa risco para a saúde pública e segurança na cidade, por constituírem um foco de atração de pragas urbanas (ratos, baratas,etc), potenciais transmissores de doenças.

 

Além disso, a alimentação na via pública tem o efeito de fidelizar colónias de animais errantes e assim, estimular a sua reprodução descontrolada, com sérios prejuízos para a saúde animal.

 

Por outro lado, os cães que vivem na rua, tendo alimento à disposição na via pública, têm tendência a organizar-se em matilhas que podem atacar pessoas.

 

Os pombos são uma praga urbana, já que são transmissores de várias doenças, como a ornitose, salmonelose, toxoplasmose, listeriose, meningite criptococócica, e dermatite (pulgas, piolhos e ácaros), entre outras.

 

O Regulamento do Serviço de Gestão de Resíduos Urbanos e de Limpeza Urbana estipula a proibição de alimentar ou lançar alimentos ou detritos para a alimentação de animais nas vias públicas e outros espaços públicos, podendo os infratores ficarem sujeitos a coimas que vão dos 250 Euros a 1.500 Euros para pessoas singulares.

Agenda Cultural

Esta página requer cookies para o seu bom funcionamento. Para mais informações consulte a politica de privacidade. Politica de privacidade .

Aceitar utilização de cookies
Politica de cookies