Serviço de Teleassistência para Idosos - "Projeto no Lar em Segurança"

 

O "Projeto no Lar em Segurança" entrou em funcionamento em Dezembro de 2011.

 

Esta ação resultou do empenho, demonstrado pelo Município, em assegurar o acesso a serviços por parte de pessoas mais idosas a viverem sozinhas, permitindo, desta forma, continuar integradas no seu meio de vida habitual, de forma mais tranquila e mais segura.


O Serviço de Teleassistência pretende abranger um total de 50 idosos, sendo os custos inerentes à prestação do serviço, suportados pelo Município. Para tornar este equipamento extensivo a um maior número de utentes, a Câmara Municipal desenvolveu diligências no sentido de estabelecer um acordo com a empresa, de forma a que seja efetuado um desconto na mensalidade do serviço, a utentes portadores do Cartão A, visto que para os utentes portadores do Cartão B o serviço é gratuito.

 

“No Lar em Segurança”:

como funciona?

Este projeto funciona através de um sistema inovador de comunicação para os idosos que vivem isolados nas suas residências. É constituído por uma central de assistência permanente (a cargo da empresa prestadora do serviço), garantida por técnicos especializados na área da enfermagem médica, que permite uma comunicação 24h por dia, 365 dias por ano, sem necessidade de telefone.

 

Uma pulseira ou colar são colocados no idoso. O aparelho possui um botão de emergência, aliado a um telefone de alta voz. Uma vez ativado, é reconhecido pela central de assistência, que possui os dados do utente, o que possibilita a prestação de ajuda imediata.

 

Ao receber o alerta, os operadores do centro de assistência responderão prontamente, de acordo com 3 diretivas consideradas fundamentais:

1. Estabelecendo uma conversa com o utente de forma a avaliar a razão e características do alerta;

2. Alertando familiares ou vizinhos de forma a prestarem a ajuda necessária;

3. Em casos de comprovada urgência médica ou de segurança, despoletando a assistência do INEM, Bombeiros, PSP e GNR.

 

Quem se pode candidatar?

As candidaturas estão abertas a todos os utentes portadores do Cartão Municipal do Idoso que pretendam a adesão ao serviço “No Lar em Segurança”. Podem beneficiar gratuitamente do serviço “No Lar em Segurança” idosos detentores do Cartão Municipal do Idoso do tipo B. Os idosos portadores de cartão tipo A usufruem de um desconto a acordar entre as duas entidades envolvidas.

 

Sobre o processo de candidatura:

As candidaturas realizam-se nos Serviços de Ação Social do Município, através do preenchimento de impresso próprio e mediante a apresentação do Cartão Municipal do Idoso.

A apresentação de uma candidatura, por si só, não confere ao idoso o direito à adesão ao projeto “No Lar em Segurança”, visto que obedece aos seguintes

 

critérios de seleção:

1. Necessidade de apoio imediato no domicílio (Saúde, Segurança, etc.);

2.Residência ou permanência do idoso sozinho, durante longos períodos de tempo;

3. Detenção de baixo rendimento mensal;

4. Possuir idade mais avançada;

5. Antiguidade da candidatura.

 

Sobre a análise da candidatura:

1. Os processos de candidatura serão analisados pelas técnicas dos Serviços de Ação Social do Município que os remeterão, devidamente instruídos, ao Presidente da Câmara Municipal do Entroncamento ou ao Vereador com competências delegadas, para decisão quanto à sua atribuição.

2. Todos os candidatos integrados no projeto serão informados por escrito.

 

Agenda Cultural

Esta página requer cookies para o seu bom funcionamento. Para mais informações consulte a politica de privacidade. Politica de privacidade .

Aceitar utilização de cookies
Politica de cookies